A magia da Galinha Pintadinha

Ainda não consigo entender como uma galinha azul com pontinhas brancas consegue hipnotizar tantas crianças por ai. Inclusive a minha Letícia. Ontem, após ficar horas sentada com ela na cama vendo a suposta galinha, percebi o quanto ela fica quieta e como presta tanta atenção. E eu tenho certeza que não é só ela. Quantas crianças por ai não fazem isso também? A sua? Provavelmente.
Na minha época de criança, quem tinha esse poder todo era a Xuxa. Quem não lembra do “ilariê” ou da “lua de cristal”? E, apesar de todo o “bem” que veio com essa cultura musical, as criticas também apareceram. Diziam até que era coisa do demônio e outras coisas do tipo.
Mas, independente de tudo isso, hoje, sendo uma mãe algumas vezes sem saber o que fazer para tranqüilizar aquela garotinha, só tenho a agradecer aos criadores da Galinha Pintadinha. Mesmo ouvindo, algumas vezes, o dia todo.
Você passam por isso também?
Imagem
Beijos, Amanda Menezes.
Anúncios

Insegurança, antes e depois

Olá mamães!
Ontem tive uma conversa super legal com uma amiga que acabou de se tornar mamãe. E nessa conversa eu percebi um problema, que eu acho que toda mulher passa no momento da maternidade, a INSEGURANÇA.
Insegurança tanto com o marido, como consigo mesma. Nos últimos meses de gravidez é tudo complicado, cansativo e logo depois vem a quarentena, o pós-parto e ainda tem aqueles quilinhos a mais, e como não se sentir insegura com tudo isso? Podem ter certeza, eu sei muuuito bem que não é fácil…
Mas assim, o que eu tenho pra dizer pra vocês que é o que eu fiz, é que não existe coisa melhor do que você se sentir bem com você mesma, e não precisa muito pra isso. Você tem nos braços o ser mais importante da sua vida, seu filho, quer motivo maior pra ser feliz?
Tudo só vai depender de você mesma, de sua força de vontade. A única pessoa que esse serzinho conhece nesse momento é você, então se arrume pra ele, sorria pra ele, seja feliz junto com ele… E os quilinhos a mais que você ganhou, como eu disse, só vai depender de você mesma. Ah, amamentar ajudar muuuuuito!!!
E também não podemos esquecer do marido, não é? Invista em programas simples que agradem aos dois, não custa nada pedir pra vovó ficar um pouquinho com o bebê pra vocês aproveitarem um pouco a sós. Capriche na produção que ele vai adorar.
Ser Mãe não te impede de nada, pelo contrário, só faz bem. Por isso, seja sempre SEGURA com você mesma e aproveite cada momento do seu pequeno.
Imagem
 
Beijão, Cris Rendeiro 😉

Convite para o nosso Chá

Sabe quando a gente não sabe mais o que fazer quando a criança não para de chorar, e a nossa vontade é de chorar junto? Então, esse é um espaço que foi feito para trocarmos essas experiências em ser mãe. Independente de idade, todas nós um dia passamos ou passaremos por apertos com esses pequenos. Venha tomar um chá você também, e nos contar pelo que você passa e/ou já passou.
Quem escreve?
Só duas mães amorosas, de primeira viagem, jovens e estudantes. Cursamos o 8 semestre de publicidade e propaganda na Estácio. Moramos em Belém do Pará. E além de amigas, somos acima de tudo companheiras nessa nova fase que é ser mãe de duas garotinhas lindas.
Eu, Amanda Menezes, 21 aninhos. Fotografa por paixão e profissão. No mundo da dança de salão, prefiro um samba de gafieira que um zouk. Sou blogueira por paixão, quase escritora, e quase publicitária. Corinthiana fanática. Na faculdade, prefero o lado do cinema, redação publicitária e criação. Mas me encaixo com o perfil de atendimento.
Ela, Cristhiana Rendeiro, 21 aninhos. Baixinha e de sangue quente. Gosta de fotografia. Excelente cozinheira. Adora dançar um forró. Torce pelo Paysandú. Na faculdade, prefere o lado do planejamento e de eventos. Mas também daria uma excelente redatora.
Imagem