Os benefícios do desenvolvimento da autonomia da criança.

Por: Cristhiana Rendeiroimage

Oi pessoal, tudo bom? Essa semana teve uma palestra bem legal na escola da minha filha falando sobre a autonomia das crianças. Achei interessante compartilhar com vocês sobre o assunto. Recebi um informativo que descreve basicamente o que foi falado na palestra e eu vou escrever pra vocês o que eu tenho aqui messe material, que foi todo preparado pelos profissionais da escola da Alice (Sugestão de site: http://www.daniellafaria.com.br). Acho muito legal posts sobre o desenvolvimento das crianças, porque é uma forma de nós mães temos de acompanhar e se preparar pra cada fase com nossas crianças. Continuar lendo

Como escolher a escola para as crianças? – Papo entre Mães #1

papoentremaes

Oi pessoal, tudo bom?

No final de 2014 nós fizemos uma entrevista com uma pedagoga sobre a escola da criançada. Fizemos 9 perguntinhas básicas para ter certeza de que a escola que foi escolhida será a melhor para o nosso pequeno. Dentre essas perguntas estão “qual a hora certa para o bebê começar a estudar” e “qual o melhor horário: manhã ou tarde”. Continuar lendo

Incentivando à Leitura

Por Amanda Menezes.

_DSC0364

Oi pessoal, tudo bom?

O tema de hoje é super apaixonante – Livros. Não basta apenas dizer pro seu filho que ele tem que ler ou que ler é bom, ou qualquer outra coisa do tipo. É preciso mostrar, é preciso ler com ele, é preciso acima de tudo incentivar. Aqui em casa eu faço isso sempre, independente do tipo de livro.

Quer saber como ta sendo aqui em casa essa introdução ao mundo da leitura? Continuar lendo

Gritos: Como Lidar?

643180-Saiba-o-que-fazer-ocm-as-crianças-que-gritam.-Foto-divulgação

Oi pessoal, desde semana passada não consegui escrever pra vocês, então hoje eu tava pensando em algumas coisas que aconteceram esse final de semana, e decidi que não teria assunto melhor. Nesse fim de semana, nós viajamos para uma cidade do interior do Pará para o casamento de um primo meu, e eu nunca imaginaria que não ia conseguir assistir o casamento. Bem no inicio da cerimônia, a minha princesinha Letícia fez uma cena (que nem vale a pena contar) e eu tive que voltar para casa. Acabou que a tolice foi tão grande que eu perdi até a vontade de ir pra recepção. Enfim… Continuar lendo

A crise dos dois aninhos – Terrible Two

post

Olá pessoal, hoje eu vim falar sobre um assunto que vem me deixando super estressada e sem saber o que fazer (na maioria das vezes). Tem dias que eu realmente não reconheço a minha Letícia, e tem horas que eu tenho vontade de deixar ela trancada em um quarto e fugir para o outro. Não to brincando não. A minha princesa sempre foi uma criança tranquila, apesar da personalidade fortíssima que eu tenho certeza que herdou do pai. Mas ultimamente, principalmente essa semana, ela anda insuportável. Continuar lendo

O momento certo para o bebê dormir sozinho

Oi gente!!

Eu já estava a um bom tempo querendo falar desse assunto e agora como estou prestes a iniciar esse momento em casa, resolvi pesquisar um pouco e compartilhar com vocês sobre o que fazer quando chega esse momento.

Li sobre o que muitos especialistas dizem sobre esse assunto e pelo que percebi, não vai ser nada fácil passar por isso. Eles dizem que o certo é na verdade, deixar a criança sozinha assim que deixa a maternidade. E mesmo que para os pais seja mais cômodo ter o bebê ali na cama, por causa das frequentes mamadas e trocas de fraldas, esses especialistas dizem que são os pais quem tem que se acostumar com a rotina do bebê e não o contrário. Eu sinceramente não tenho nada contra o bebê dormir na mesma cama que os pais nos primeiros meses, até porque eu achava tão gostoso ter a Alice ali pertinho de mim, e sem contar no medo que eu tinha dela se engasgar anoite e muitos e muitos pensamentos.

Até hoje, a Alice com 1 ano e 9 meses, ainda dorme conosco na mesma cama e eu continuo achando muuuuuito gostoso ter aquela costelinha ali comigo. Como já contei em outro post, nos mudamos recentemente pra nossa casa e o quartinho dela ainda não está do jeito que eu quero, por isso resolvi atrasar um pouco mais essa passagem de quarto dela.

Essa semana pensei muito sobre o assunto e resolvi que enfim chegou a hora, ela  não mama mais, dorme a noite toda e sem precisar nanar, já vai pra escola, é quase uma mocinha, então nada melhor do que ela ter o canto dela e nós o nosso (precisamos urgentemente disso). Quero dizer pra vocês que eu só vou muda-la de quarto porque eu realmente me sinto segura com isso e sei que mesmo com a fase de adaptação, vai ser melhor para todos, então se você está pensando em fazer o mesmo com seu filho, pense primeiro se VOCÊ se sente segura disso.

sb10064105ad-001

Uma dica pra que ela se adapte mais rápido é impor uma rotina diária, no caso da Alice as 21hs no máximo ela já está de pijama e no quarto prontinha pra dormir. Outra coisa, a casa toda deve ajudar nesse processo, pois não adianta nada colocar a criança pra dormir as 21hs se a casa continuar agitada.

Os especialistas também dizem que os pais tem que se controlar na hora quem que ouvirem qualquer barulhinho da criança, e não sair correndo por qualquer gemidinha. Uma dica é ficar com a criança no quarto até que ela pegue no sono, pelo menos nos primeiros dias da mudança. E há quem prefira uma babá eletrônica, mas eu acho que basta deixar as portas dos dois cômodos entreabertas para poder atender a qualquer chamado.

Vou iniciar essa fase ainda esse mês, depois posso fazer um post pras contar como foi na prática. Qualquer dúvida, crítica ou sugestão é só escrever nos comentários ou enviar para o email chadamamae@gmail.com. Estamos também no facebook e instagram, segue a gente lá http://www.facebook.com/chadamamae e @chadamamae.

Espero que tenha gostado. Beijão e até a próxima :*

A primeira vez a gente nunca esquece!

deixando-o-filho-na-escola cópia

Oi pessoal, e finalmente chegou o tão esperado dia. Minha princesa começou a estudar. Hoje eu imagino o que tantas mães e pais, inclusive os meus, sentiram nesse primeiro passo que a criança dá. Tudo bem que foi uma decisão minha, e não dela, mas de qualquer forma ver que ela vai começar um novo ciclo dá sim um pouco de medo. Antes era o bebezinho da mamãe (e sempre vai ser) e agora é uma garotinha independente que já esta em um novo meio e conhecendo novas pessoas.

Hoje eu vim fazer um pequeno resumo de como foi a minha experiência, e é claro que eu quero saber da experiência de vocês sobre essa fase. Vou contar como foram esses primeiros dias de aula, alguns detalhes, alguns dramas, o orgulho, a felicidade… Enfim, vou resumir dia por dia. Espero que gostem de curtir e dividir isso comigo.

1° dia de aula

Chegamos na escolinha e ela já foi toda animada dizendo tchau pro vovôi e falando com todo mundo que encontrava pelo caminho. Entramos na sala de aula dela, e tinham apenas uns 4 ou 5 alunos, uns dois estavam chorando. A princesa me perguntava o que era que tinha acontecido pra eles estarem chorando, toda preocupada. Falou com a tia, e ficou por ali conhecendo o lugar e querendo mexer em tudo. Depois foi brincar no parquinho com os amiguinhos, e de vez em quando vinha falar comigo (que fiquei de longe só olhando). Logo depois da brincadeira no parquinho eles entraram pra fazer uma atividade, e eu resolvi ficar do lado de fora da sala pra saber como ela ia ficar – se ia ter choro ou não. Resultado: ela ficou lá brincando e nem lembrou que eu existia. Eu, é claro, fiquei do lado de fora (escondida) só olhando o que estava acontecendo com a minha princesinha no seu primeiro dia de aula. Se eu quisesse ter ido embora aquela hora, podia, porque ela nem lembrava que eu não tava ali. Mas é claro que como uma verdadeira mãe de primeira viagem, eu fiquei ali esperando até a hora de ir embora. Depois, é claro, ela me encontrou ali olhando ela e me chamou pra entrar. E esse foi o nosso primeiro dia de aula.

2° dia de aula e 3° dia de aula

A princesa teve febre de madrugada e eu preferi não levar ela para a escolinha, ela ficou mole e dengosa, então acho que fiz a melhor escolha. Afinal, ela ainda tem tempo de estudar pro enem mais lá pra frente. kkkkk

Bom, vamos ver se essa gripe vai embora e assim a princesa vai poder ir pra escolinha de novo. Não acho certo quem força a criança a ir pra escola quando não tem tanta necessidade, como é o caso da Letícia, ainda mais se ela tiver doente. Posso até estar fazendo errado desse jeito e isso pode até atrapalhar na adaptação dela. Mas o importante pra mim é ela ficar bem logo pra poder voltar a nova rotina dela.

Espero que tenham gostado de saber um pouquinho da nossa nova rotina, agora com a princesa no maternal 1. Não se esqueçam de me contar como foi a experiência de vocês, vou adorar saber.  E agora o Chá da Mamãe tem mais uma novidade, vamos inaugurar o canal no Youtube – se inscrevam e fiquem sabendo de tudo primeiro (https://www.youtube.com/user/chadamamae).

Beijos e até a próxima

Amanda Menezes