Sou mãe solteira sim, e com muito orgulho.

IMG_8362

Por Amanda Menezes.

Quando engravidei com 20 anos tive total apoio da minha família e também do pai da minha filha. Sentimos na pele o tamanho da pressão que é ter um filho. Graças a Deus a minha Letícia sempre foi uma criança tranquila e que não deu tanto trabalho assim, nem mesmo pra dormir. Hoje ela já tem 3 anos de idade e é uma criança sem igual. Inteligente, carinhosa, atenciosa, faladeira e muito curiosa.

Somos só eu e ela a dois anos, quando meu relacionamento com o pai dela terminou. Mas isso não quer dizer que ficamos incompletas e até infelizes… Pelo contrário, a parceria só aumentou cada dia mais. Hoje tenho orgulho de dizer que sou mãe solteira. Até porque eu (talvez) faço muito mais coisas hoje “sozinha” do que quando tinha ele do meu lado. Tenho a maior parte da responsabilidade, ou quase toda. Sou a base dela 24 horas por dia, 7 dias por semana. E ela é a minha maior companheira, e talvez a melhor que eu poderia ter.

Ser mãe solteira não é vergonhoso pra ninguém. Pelo contrário. Muitas vezes a mulher se sente envergonhada quando anda sozinha pela rua com aquela barrigona, e a própria sociedade não ajuda. É fácil perceber os olhares em cima da mulher quando ela anda sozinha na rua com uma criança, mais ainda quando você é nova, e principalmente quando não usa uma aliança na mão esquerda. Quando a situação é inversa a reação é totalmente diferente. Nós mesmos ficamos mais sensibilizados quando vemos um pai sozinho com uma criança andando por ai. O que é errado. Cada um tem seu papel fundamental na criação de uma criança.

Mas isso não quer dizer que eu não seja a favor do casamento, muito pelo contrário, ainda tenho muita vontade de casar e de ter uma família “completa”. Mas por enquanto, só nós duas basta para a minha felicidade. É claro que existem momentos que eu fico exausta, e choro, e fico triste, e sinto falta de alguém mais aqui com a gente. Sou humana não é? Mas apesar de tudo eu busco forças dentro de mim mesma e até mesmo onde eu nem faço ideia pra seguir em frente, abrir um sorrisão e deixar bem claro pra Letícia o quanto eu sou grata e feliz por ter ela aqui comigo.

As vezes nós temos tudo, somos muito felizes e por qualquer tipo de besteira estragamos essa felicidade. Não paramos pra pensar nas consequências, e nem mesmo agradecemos a Deus por tudo de bom que acontece. Hoje eu tenho uma cabeça bem diferente de quando engravidei, e vejo a importância de se agradecer pelos pequenos detalhes que a vida nos trás.

Então se você é mãe solteira, por qualquer motivo que seja, assim como eu sinta-se orgulhosa por você conseguir fazer tudo o que você faz. E sozinha.

Beijos e até a próxima.

Anúncios

Um comentário sobre “Sou mãe solteira sim, e com muito orgulho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s