Outubro Rosa e o Câncer de Mama

Por Cristhiana Rendeiro

 

Oi gente! Hoje tô aqui pra falar de um assunto muito importante, o CÂNCER DE MAMA. E esse mês de Outubro é dedicado à uma campanha de conscientização que visa orientar e estimular a prevenção desse câncer, o OUTUBRO ROSA.

Essa campanha do Outubro Rosa foi lançada em 2008 pela Femama (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde de Mama), com o objetivo de chamar a atenção para essa doença que segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que mais de 57 mil novos casos por ano surgem no Brasil, a maioria das pacientes tem mais de 50 anos de idade.

E nós do Chá da Mamãe abraçamos fortemente essa causa, pois as chances de cura são grandes quando diagnosticado precocemente.

10735720_768436846547717_1467135519_n

 

O que é o Câncer de Mama?

 

O câncer de mama é o crescimento descontrolado de células da mama que adquiriram características anormais (células dos lobos, células produtoras de leite, ou dos ductos, por onde é drenado o leite), anormalidades estas causadas por uma ou mais mutações no material genético da célula. A doença ocorre quase que exclusivamente em mulheres, mas os homens também podem ter câncer de mama.

Existem mutações que fazem com que uma célula apenas se divida exageradamente, mas não tenha a capacidade de invadir outros tecidos. Isto leva aos chamados tumores benignos ou não cancerosos.

Quando ocorrem mutações no material genético de uma ou mais células, e estas adquirem a capacidade não só de se dividir de maneira descontrolada, mas também de evitar a morte celular que seria normal no ciclo de vida de qualquer célula do organismo, e também de invadir tecidos adjacentes, elas dão origem ao câncer.

Estas células, agora cancerosas, adquirem a capacidade de se desprender do tumor, entrar na circulação (linfática ou venosa) e se implantar em outros órgãos. Esta capacidade de sobreviver em meio a outro tecido ou órgão é uma particularidade das células cancerosas, que também conseguem promover crescimento de novos vasos para alimentar a sua própria divisão celular exagerada.

Assim, tumores malignos ou cânceres, além de constituir populações de células que crescem exageradamente, invadem outros tecidos diretamente ou pela circulação e são um risco à vida dos indivíduos.

O câncer de mama, além de ser classificado em diversos tipos, com características e graus de gravidade diferentes, deve sempre ser estadiado, isto é, passar por uma avaliação quanto à sua extensão e disseminação. Este estadiamento determina se a doença é localizada (precoce), localmente avançada (tumor grande e com gânglios comprometidos) ou metastática (espalhada para outros órgãos).

Termos Gerais para Câncer de Mama

Os termos mais usados para descrever o câncer de mama são:

  • Carcinoma – Descreve o câncer que começa na camada de revestimento (células epiteliais) dos órgãos, como o da mama. Quase todos os cânceres de mama são carcinomas (ductal ou lobular).


  • Adenocarcinoma – É um tipo de carcinoma que começa no tecido glandular (tecido que produz e secreta uma substância). Os ductos e lobos da mama são tecidos glandulares (produzem o leite materno), e os cânceres nessas áreas são frequentemente chamados de adenocarcinomas.


  • Carcinoma In Situ – Este termo é usado para um tumor em fase inicial, ou seja, que está confinado à camada de células onde se originou. As células não invadiram os tecidos mais profundos na mama, nem se espalharam para outros órgãos. O carcinoma ductal in situ da mama é, às vezes, classificado como o câncer de mama não invasivo ou pré-invasivo porque pode evoluir para um câncer de mama invasivo se não for tratado.


  • Carcinoma Invasivo – Um tumor invasivo é aquele que já cresceu para além da camada de células onde se iniciou. A maioria dos cânceres de mama são carcinomas invasivos (carcinoma ductal invasivo e carcinoma lobular invasivo).


  • Sarcoma – São cânceres que começam nos tecidos conjuntivos, como o tecido muscular, tecido adiposo ou vasos sanguíneos. Sarcomas de mama são raros.

 

 

O estágio da doença é dividido em 4 níveis.

 

Nível 0: Estágio em que as células ainda estão contidas nos ductos, quase sempre é curável.

Nível 1: Estágio em que o tumor tem cerca de 2 cm, sem ter atingido as glândulas linfáticas da axila.

Nível 3: O tumor tem mais de 5 cm, pode invadir músculos e pele e também glândulas linfáticas, porém sem indicio que tenha se espalhado.

Nível 4: Possuem qualquer tamanho e apresentam metástases , com comprometimento de glândulas linfáticas, a triste notícia é que cerca de 60 a 70 % dos casos no Brasil são descobertos no estágio 3 ou 4, quando o tratamento se torna mais complicado.

*Não tem o nível 2 (não errei na numeração caso você pense que esqueci)

Fonte: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/sobre-o-cancer/749/12/

 

227657_425023940899939_1436819439_n

 

Existem ainda outros fatores genéticos que contribuem para o desenvolvimento do da doença, que é a questão de idade, questão hormonal, colesterol alto, obesidade, ausência de gravidez, lesões de risco na mama que contribuem para o aparecimento dos tumores.

Gente, é muito importante a prevenção desse câncer, fazer o auto exame todo mês, fazer a mamografia regularmente e imediatamente procurar um médico caso note algo de estranho.

 

O apelo que eu faço para vocês é esse, que tente diagnosticar o mais rápido possível, até porque sabemos as condições da saúde no nosso país. Não deixem de fazer os exames porque essa doença tem cura em pelo menos 95% dos casos que forem diagnosticados precocemente.

E uma coisa muito importante de se dizer é que não devemos ficar atentos a isso apenas no mês de Outubro e sim todos os dias.

 

Esse foi o meu recado para vocês, beijão e até a próxima :*

Anúncios

Um comentário sobre “Outubro Rosa e o Câncer de Mama

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s